143 - APELO

Não posso nem quero deixar passar este APELO, publicado por Samuel no blogue "Cantigueiro" e que aqui transcrevo pois nada poderia acrescentar às suas palavras senão que subscrevo inteiramente.
Uma vez mais graças a uma preciosa informação do meu amigo e camarada Carlos Almeida, é importante que se saiba: nestes dias de regozijo pela libertação de Ingrid Betancourt, há uma outra mulher colombiana também com esse mesmo apelido - só que escrito Betancur (por ser hispânico e não afrancesado) - de seu primeiro nome Sónia que, desde 22 de Abril, vive horas, dias, semanas e meses de angústia e de dor com a sua pequena filha Chiara Rivera.
É que, desde aquela data, não sabem do paradeiro, estado ou situação de Guillermo Rivera Fúquene, seu marido e pai, comunista e membro do Polo Democrático Alternativo que governa o munícipio de Bogotá, e ainda e sobretudo Presidente do Sindicato dos funcionários da autarquia da capital do país.
Foi visto pela última vez no já referido dia 22 de Abril, às 6.30 da manhã, numa rua do bairro «El Tunal» onde tinha ido levar a filha à escola, em Bogotá, onde reside. Uma testemunha e câmaras de video instaladas no local atestam que foi abordado por um grupo de agentes policiais e foi forçado a entrar num carro da Polícia Metropolitana.
Apesar de todas as iniciativas da família e dos seus companheiros e dos apelos de organizações sindicais internacionais (ver aqui comunicado e carta a Uribe da ITUC (International Trade Union Confederation), quatro meses depois do seu desaparecimento, as autoridades dependentes do Presidente Álvaro Uribe não prestam nenhum esclarecimento cabal sobre este drama (que se deseja não se transforme em mais um crime.)
Daqui lanço um apelo sincero à expressão de formas de solidariedade com Sónia Betancur que permitam salvar a vida de seu marido e do pai da pequena Chiara Guillermo Fúquene.

4 comentários:

XICA disse...

A minha revolta cresca cada vez que visito os blogs amigos, porque é através deles que me certifico dque o mundo é comandado pelos CANALHAS, um filme com a libertação da senhora e o que se passa, e os crimes que o próprio governo comete, disso o mundo não precisa saber. Porque é que esta informação não circula pelos mesmos canais e da mesma forma, com a mesma regularidade que a outra?

Susete Evaristo disse...

Daí que eu acedesse rapidamente ao apelo do Samuel. Dar a conhecer atraves dos nossos blogues que correm o mundo inteiro e não poderá ser ignorada esta situação.
Beijos amiga

Pjsoueu disse...

É estranho esta notícia não ser dada da mesma forma que as outras do lado contrário, ainda que para mim não há lados" mas justiça ou injustiça. Violação de direitos humanos não tem desculpa em nenhum dos lados...

Onde é que recolheram esta noticia??
um beijo do cumpadri, Pj

Susete Evaristo disse...

É estranho?! Compadre onde é que vive? Para mim não é.
Tendo em conta as politicas envolvidas e a necessidade de denegrir tudo o que seja relacionado com a esquerda, ocultando as injustiças a desumanidade, as cevícias e a violação praticadas pelos paises, ou melhor pelos governos ditos democráticos mas que de democracia apenas tem o seu interesse pessoal, nem ao conhecimento das próprias populações chegam noticias como estas, manipulados que estão os orgão de informação.
Daí que já queiram também controlar este nosso mundo blogueiro onde ainda existe liberdade de informação.
Beijos compadre e fique atento pois noticias como esta há aos milhares.