116 - Antes dos pastéis de belem ...

Enquanto na passada sexta feira esperava a abertura da famosa casa dos pasteis de belém (ver nota mais abaixo), fui até ao "Beco do Chão Salgado" para fazer as fotos que aqui publico.
O patíbulo ali erguido leva-nos até 1759, ano e local onde foi morto D. José de Mascarenhas da Silva e Lencastre, 8º. Duque de Aveiro, indiciado no processo dos Távoras, acusado do atentado contra D. José I
A inscrição reza assim: Aqui foram arrasadas e salgadas as casas de José Mascarenhas, exautorado das honras de Duque de Aveiro e outras condemnado por sentença proferida na Suprema Juncta de Inconfidência em 12 de Janeiro de 1759. Justiçado como um dos chefes do bárbaro e execrando desacato que na noite de 3 de Setembro de 1758 se havia cometido contra a real e sagrada pessoa de D. José I. Neste terreno infâme se não poderá edificar em tempo algum.
O final da sentença ao longo dos anos deixou de ser respeitada, diz-se mesmo que começaram a ser ali contruidas casas ainda durante o reinado de Dª. Maria I, (filha de D. José I) porém as escadas de acesso ao patíbulo encontram-se como se vê a servir de lixeira a céu aberto e isto às 8,00 horas da manhã num dia em que se viam alguns turistas no local.

3 comentários:

Pjsoueu disse...

Gostei e continuo a gostar da forma como procuras com a objectiva lugares e espaços com carís de interesse histórico e pessoal. beijos

Susete Evaristo disse...

O pior é que eu não percebo nada de fotografia e publico tal e qual o que a objectiva capta.

XICA disse...

E como já te disse uma vez, volto a repetir, tás a kódacar munto beim, podes cotinuar, aliás deves continuar, uma vez que faço minhas as palavras do pj.