382 - A Câmra Municipal de Sintra diz não à reciclagem

A todo o momento ouvimos de vizinhos moradores na Freguesia de Monte Abraão as queixas de que os monstruosos contentores colocados em substituição dos antigos, leva ao desincentivo à reciclagem.
Como perguntarão alguns?
É fácil perceber que os mais velhos, os mais baixos e as crianças, dificilmente acedem às aberturas colocadas no topo destes receptáculos e assim ou se colocam plásticos e vidros fora do contentores, ou vai tudo para o lixo doméstico que, embora de dificil abertura exigindo uma força suplementar para se conseguirem abrir, estão mais acessiveis em termos de altura.
Para quando receptáculos no subsolo? Segundo julgo saber pelo que li aqui, serão as tubagens existentes no subsolo o que impede a sua colocação, pode até ser, mas não poderão ser constituidas ilhas, agregando os contentores em locais livres de tubagens?
Alguma solução tem de ser dada, se os hábitos saudáveis são dificeis de implementar o contrário porque menos trabalhoso, é fácil de adquirir e o ambiente é que irá sofrer, ou como quem diz, todos nós

2 comentários:

XICA disse...

Susete, gostaria de ler qualquer coisita no aqui, mas o teu aqui é o retrato de uma senhora que bem podia ser substituida por um gajo giro.

D X disse...

Bem reparado. Eu que sou homem feito consigo levantar a tampa amarela, mas é um esforço que não está ao alcance de muita gente. É incrível como conseguem complicar uma coisa que já foi inventada há décadas e décadas (nos contentores de lixo normal).