187 - A nova árvore das patacas.... e paga Zé

Acho cada vez mais estranha esta coisas dos pedidos de indemnização ao Estado por parte de figuras publicas ou politicos da nossa praça (tanto dos processos Casa Pia como do processo Apito dourado). Falha do quê ou de quem, desconheço, porém o certo, certo é que as tais das indemnizações pedidas por esses senhores e pagas pelo Estado, tenham elas o fundamento que tiverem, má investigação ou má decisão dos tribunais que os sentenciaram, das quais recorreram e ganharam, somos nós que vamos pagar.
E não são dois tostões, são milhões de euros, que todos nós através dos nossos impostos cada vez mais impostos (desculpem a redundância) e aos quais não podemos fugir, vamos ter de pagar.
E se a moda pega não haverá "cão nem gato quer dizer ladrão ou pistoleiro" que sendo-lhe decretada a prisão preventiva não peça depois uma indminização choruda se lhe abrirem as portas da prisão. Estarão no seu direito !
Mas eu pergunto. Então gastaram-se milhares de euros em pagamentos aos investigadores desses processos e mais uma pipa de massa aos Juizes, à policia de segurança publica, aos oficiais de justiça e demais funcionários dos tribunais e afinal era boato ?

5 comentários:

Fernando Samuel disse...

Convém que tudo tenham sido boatos... para justificar as indemnizações...


Um beijo.

Susete Evaristo disse...

E ainda agora estão a decorrer no Tribunal dois processos que muito provavelmente terão a mesma sorte, Bragaparques e Felgueiras.
Quando as condições politicas são favoráveis...

XICA disse...

Quem escreve assim nã éi analfabruta, bem perguntado.

Susete Evaristo disse...

Ó miga se a maltinha do dito jet7 que anda de cú na mão com vestidos emprestados e tal...
Se descobre este manancial prepara-te é vêlos a deixar impressões digitais em vários sitios enaunto se deixam ver em festas e danças.
Não é possível? Então toma lá a dica para que servem os dedinhos de gel? hã hã hã!!!!!
Sou muito imaginativa !!!!!!!!!!!!

poesianopopular disse...

É Susete, que não te doam as mãos mulher, para poderes continuar a bater nestes vigaristas.
Está tudo feito amiga, mas a nós não nos vergam eles.
abraço camarada