149 - Tarde na praia

Tarde na praia... e alí fiquei deliciada a ouvir o marulhar das ondas e de tal maneira absorta no encanto daquela musica que, quando dei por mim e olhei à volta eram 20,00h e estava quase sozinha na praia, o último casal resistente como eu estava a arrumar as toalhas para sair.
Fiz o mesmo, mas amanhã muito provavelmente lá estarei. Apesar de tudo vale a pena agarrar os bons momentos da vida.

9 comentários:

Pjsoueu disse...

Susete: Comadre...de féria e na praia??


felizarda en?-....lol...

Cuidado com a pele....nã a quero vermelhuda qual camisola do benfica..lol----

que belo saco cor de rosa..sim senhora muito chique..lol

Um excelnte dia de praia..( e cuidado com os moços admiradores que por aí polulam...lol

beijos do se cumpadre, Pj

Susete Evaristo disse...

Felizarda serei eu lá para o final do ano quando me aposentar ai sim depois de quase 40 e tal anos de trabalho mesmo com a penalização que vou levar serei uma felizarda. Agora só estou a parar um bocadinho para conseguir forças para mais uma etapa.
Quanto a ficar vermelha sossegue compadri caqui a sua comadri nã gosta de virar lagosta cozida, além do mais preza muito a saude.
Tenho munta pena em desiludi-lo mas o saco corderosa nã éi meu é côr qué nã gosto o meu é azul às ricas qué pra dezer com a cor do mari.
Bejos

XICA disse...

Olhem aqui tô eu pra servir de juiz. Nã vi nada do que vomecês falam, nem o saco conte mais a côr.
Susete com essa música ós mézôvidos, e cuescalfamento qué tenho em riba de mim, pregava umas sornas valentes, que tu inda destes por eles sirem embora, mazéu acho que fazia directa.

Susete Evaristo disse...

Ó melher limpa lá os olicos que tam a modos quembaciedos. Atão nã se vêi o saquinho à sombra ali mesmo adebaxo do chapeu? Mas estei nã éró meu.
Ó melher é nassei como foi mas nã dêi por nada. É natáva a fazer sorna mas eles na fazeram ninhum barulho e vai daí quondo precisê de daravolta, (até pareço o frango no churasco) é que repairê que tava abendezer quási sózinha e pior é que nenguêm mavisava.
O soli qué dêli? Já se tinha ido a detari, é fiz o mesmo.
Hoje já tivi cum olho no burro ôtro no cigano na se fossi o gajo, o soli é clairo, embora e éu ficasse ali pespegada, además ôje tava más vento quôntem.

amigona avó e a neta princesa disse...

Mas que raio se passa aqui? Vocês estão a falr para eu não perceber? Olá Susete hoje passei por aqui...estou bem...muitas saudades amiga e um grande abraço...(gostei muito daquela de depois de te reformares...tem cuidado! eu fiquei pior!!! Beijocas...

Susete Evaristo disse...

Olá amiga eu tenho passado várias vezes lá no teu sitio e estava tudo na mesma já estava preocupada.
Ainda bem que deste noticias.
Não não é para tu não perceberes mas juntaram-se uma ranchada de Alentejanos (eles nã se buscam achôm-se) e desatamos a escrever da forma como se fala. É a modos que o nosso acordo ortgráfico.
Quanto às férias permanentes são lá mais para o fim do ano o resto depois se verá, mas em casa não fico.
Beijinhos extensivos à familia em especial à princesa e vai aparecendo pelo menos para sabermos que estás bem.

O Guardião disse...

É de aproveitar, se o tempo o permitir. Eu só posso manifestar uma pontinha de inveja porque ainda não entrei de férias.
Cumps

Susete Evaristo disse...

Inveja? Que direi eu daqui a dias quando tiver de voltar ao trabalho e o amigo no bem bom a trabalhar para o bronze? Pois!
Beijinhos

XICA disse...

Lol,Susete a amiga e a neta fiqueram as duas apanhendo papeis, fartei-me de rir, deve ser uma confusão linda para quem está por fora.
Miga quando puderes passa na barraquinha quéu vô mostrar o môço novo quéu merqui.
Um abraço enorme e boas férias.