152 - A Quinta Real de Caxias e o Jardim da Cascata

Quem passe pelo largo frente à estação dos combóios de Caxias, não pode deixar de notar as colunas de pedra dos portões que dão acesso à Quinta Real. Curiosa como sou tratei logo de saber se era possivel vizitá-la ao que me informaram estar aberto ao público apenas o Jardim, já que o palacete está ocupado pelo Estado Maior do Exército.
Mesmo assim achei valer a pena ver o que ali havia e isto porque num olhar mais atento dei conta de uma estrutura escura, mas com algum impacto. Vai daí entrei e perguntei à primeira pessoa que vi se podia ver os jardins e tirar umas fotos. Obtida autorização aqui ficam os registos e o que consegui apurar.

No decurso do Séc. XVIII, foi mandado construir pelo Infante D. Francisco, filho do Rei D. Pedro II e de D. Maria Sofia Neuburg, irmão de D João V, um palácio de veraneio junto ao mar, na zona de Caxias.
As obras foram concluídas por D. Pedro, o futuro Rei 3º de seu nome, já que, D. Francisco, faleceu em 1742, antes da conclusão do palácio.
Como era moda na altura, foram concebidos jardins luxuriantes onde ainda se podem ver belos exemplares de palmeiras e araucárias. As ruas destes jardins, recreio das damas da corte, são bem demarcadas pelos arbustos dispostos em canteiros a lembrar os bonitos Jardins de Versalhes.
Neles se pode admirar, para além dos vários lagos uma monumental cascata, curiosamente encimada por uma garça real. (primeira foto)

Os lagos totalmente secos apresentam hoje horrorosas figuras de cartão, onde antes se encontravam estátuas em terracota, ao que consegui saber da escola de Machado de Castro, também a cascata se encontra infelizmente sem qualquer pinga de água.
Como se pode verificar pelas imagens também os telhados do Palácio estão muito degradados (clicar para abrir foto) assim como os azulejos da parede lateral do edifício adjacente ao Palácio.
Tal como disse no início actualmente aquelas instalações estão sob administração do Estado Maior do Exército pelo que somos privados de efectuar qualquer visita, ao Palácio que segundo consta terá uma magnifica biblioteca. No primeira visita não fotografei porque achei vergonhoso o estado lamentável que se nos apresenta o pátio de entrada com inestéticos chapéus de sol e cadeiras de plástico, mas pensando melhor voltei apenas para fotografar esse local como poderão verificar.





5 comentários:

Pjsoueu disse...

Susete: Comadre, que belas fotografias...Está a sair-me uma fotografa e peras..lol


beijos e parabens::)

Susete Evaristo disse...

Obrigada Compadri mas não é da fotógrafa, o Jardim é que é muito bonito, pena o Palácio estar como está.
Beijinhos (aos 3)

Dylan disse...

Grande local. Parabéns pelo blog.

Anónimo disse...

Está grande bosta as fotos, os jardins são muito bonitos, mas as fotos estragram tudo...

Susete Evaristo disse...

Cara anónimo quem não gosta não come mas pelos vistos comeu mesmo sendo bosta.
Não sou fotografa profissional nem convido para este espaço ninguem.
Se calhar o caro anónimo fazia melhor mas prefere não mexer uma palha.
tenha um bom dia, cheio de bosta.