113 - E no entanto o sol está lá

Nuvens negras, carregadas de água que a qualquer momento vai desabar sobre a cidade
Não sabemos em que estação estamos, sabemos que o calendário nos diz que é Maio, mês das flores.
Noutros anos, por esta altura, já o calor apertava e nos fazia procurar refugio nas sombras e nos tecidos leves, este ano porém, S. Pedro, deve estar adormecido ou então perdeu a chave da torneira e não tem canalizador que lha arranje.
No entanto o certo é que o sol está lá por entre as nuvens que não o deixam aparecer.
Ora vejam só como ficou diferente depois de passar pelo "Picassa 2"

3 comentários:

XICA disse...

Escuta, tásme a sair uma códaquista de mã chêa, taméim dás beim ó gatilho conde qéres

Pjsoueu disse...

susete:
As nuvens existem para isso mesmo. Verter aguas e impedir o Sol de brilhar.

Mas elas só resistem quando o sol do nosso sorriso esmorece. Portanto vá cumadri, sorria muito e vai ver como tudo à sua volta vai ficar brilhando de emoção...

bjs d cumapdri pj

Susete Evaristo disse...

Compadri obrigada pelas tuas amáveis palavras.
A foto acima veio aqui parar porque achei bonito o recorte das nuvens com aquele fio de sol. Aliás acho sempre bonito um céu escuro deixando passar os raio de sol.
Quanto a sorrir, digo-te amigo, que até hoje não tenho razões para proceder de outra maneira.
Para mim a vida é uma festa (sem exageros claro) mas, sou daquelas pessoas positivas e bem dispostas que consegue ver o lado bom em todas as situações, até naquelas que para maioria das pessoas as deixaria derrotadas.
Sou daquelas pessoas que havendo sol mesmo por detrás das nuvens se conseguir mexer os musculos já fico contente.